Os gatos experimentam o luto?

Depressão em gatos é comum

O luto é um sentimento muito humano, tanto que hoje ainda é muito comum pensar que o gato não passa por isso, ou algo parecido. Quando você ama um animal, a ponto de considerá-lo parte da família, despedir-se causa dor e muita tristeza. Mas quando é o gato que perde um ente querido, o que acontece? Nada?

A verdade é que ele também experimenta dor emocional. No YouTube existem inúmeros vídeos em que um felino é visto passando mal após a morte de um parente. Um vem à mente, onde uma pessoa está sendo enterrada e o gato não quer sair de seu túmulo, enquanto outra pessoa tenta mantê-lo afastado; ou outro, em que um gato é visto observando seu humano favorito já falecido através de um tablet.

Quais são os sintomas de luto no gato?

O gato que mora na casa muitas vezes não sabe o que aconteceu, a menos, é claro, que ele tenha visto com seus próprios olhos. Mas ele percebe a ausência dessa pessoa (ou animal), e que sua família está triste. Para ele, associar a ausência do humano (ou animal) à tristeza da família é algo que não demora muito.

Se por ele também sentia grande afeição, não seria de estranhar que passasse por um processo de adaptação à nova normalidade. Um novo normal em que seu ente querido não é.

Esse processo poderia muito bem ser chamado de luto, ou simplesmente tristeza. O nome, na minha opinião, não importa nem um pouco. Os sintomas são claros: pode ter menos apetite (ou até perdê-lo), apatia e isolamento também são reações comuns, e é comum miar tentando ligar para ele.

O que fazer para ajudá-lo a superar isso?

Gatinho

Por experiência própria, recomendo continue com sua vida, tentando não mudar muito a rotina, e faça companhia ao gato, mas deixando que ele decida se ele quiser se aconchegar ao seu lado ou ser acariciado, é o melhor remédio que pode ser dado nesses momentos.

No caso de ele parar de comer, será importante entrar em contato com um veterinário, especialmente se tiverem se passado mais de dois dias. O ideal é evitar chegar a essa situação, oferecendo alimentos úmidos se necessário (este, por ser mais perfumado, pode estimular o apetite do felino).

Além disso, se você parar de beber, a consulta com o profissional se tornará urgente, para que ao menor sinal de perda de interesse pela água, um especialista deve ser consultado. Uma coisa que você pode fazer para evitar que ele pare de beber, ou fazê-lo beber mais, é comprar um fonte. O gato geralmente não gosta de beber água de um bebedouro comum; Por outro lado, se o precioso líquido se mover, ele se sentirá mais atraído.

Este é um processo pelo qual o gato deve passar. Ele deve aprender a viver sem aquele ente querido. Você, como a família dele, você deve respeitar o seu espaço, e não forçá-lo a fazer coisas que, por agora ou talvez para sempre, não lhe interessam.

Dê-lhe tempo. Você verá como pouco a pouco ele vai se recuperando. Muito ânimo.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.