Como treinar um gatinho de 2 meses

Os gatinhos podem ser muito rebeldes

O gatinho em sua primeira infância é um animal extremamente safado. Assim que seus dentes de leite começarem a aparecer, por volta da terceira semana de idade, ele começará a se comportar de uma maneira que os humanos podem não gostar muito. E ele vai querer explorar tudo ... com a boca e com as unhas. Nessa idade, não causa muitos danos, mas pode fazer tantas vezes ao dia que mais de uma vez nos perguntamos se continuará a ser assim quando for adulto.

Mas nós mesmos temos a resposta para essa pergunta. Sim Sim. Dependendo do que lhe ensinamos - consciente ou inconscientemente - o pequeno vai se comportar de uma forma ou de outra. Para o amanhã se comportar bem é preciso saber como treinar um gatinho de 2 meses. Vamos ver o que temos que fazer para transformar o "monstrinho" em um felino social.

O que eu preciso para criar um gatinho de 2 meses?

Gatinhos são muito travessos

O que você mais precisa é paciência. Muita, muita paciência. O gatinho vai testar você várias vezes ao dia, todos os dias. Ele vai subir no seu colo, às vezes para dormir, mas outras vezes para brincar, e você tem que saber que a palavra 'brincar' nesta idade envolve arranhar e morder tudo que estiver à vista, inclusive mãos, braços e pernas.

Mas nem pode o afeição. Na verdade, isso é crítico. Se o pequenino não recebe carinho todos os dias, então será um gato adulto que se comportará de maneira inadequada com a família e com os visitantes.

Como educar?

É muito importante sempre ter em mente que não devemos deixar isso nos arranhar ou nos morder. Nunca (ou quase nunca). Por ele, temos que nos certificar de que sempre temos um brinquedo ou corda por perto, já que será o que usaremos para brincar com ele.

No caso de não termos nada, se por exemplo se sentar no sofá, vamos baixá-lo; e se subir novamente e nos atacar novamente, nós o abaixaremos novamente. Então, até ele ficar calmo. No início será difícil para ele aprender que não pode nos atacar, mas com tempo e paciência vamos conseguir.

Outro ponto que não podemos esquecer é o da socialização. O gatinho deve estar com a família quanto mais tempo, melhor. Se o mantivermos trancado em um quarto o dia todo, com pouco contato humano, ele crescerá e se tornará um gato 'anti-social', evitando as pessoas. O animal deve ser segurado nos braços, acariciado por crianças e adultos, tem que se divertir brincando com eles e com os outros animais que moram em casa, ... enfim, tem que fazer uma vida familiar.

Só então ele aprenderá a viver conosco. E, à noite, você ficará tranquilo.

Como ensinar um gatinho de dois meses e mais velho

Mas é claro que quando um gato tem mais de dois meses é preciso continuar educando-o, porque só assim ele pode se tornar um gato adulto disposto a se comportar bem e dar amor o tempo todo sem destruir nada da casa. A seguir vamos dar-lhe algumas indicações para que ensine o seu gato a ter um bom comportamento desde pequeno.

Socialize com seu gato

Gatinhos de dois meses exigem paciência

Para o seu gato se acostumar com você é importante que você conviva com ele desde o início. Como as pessoas, os gatos aprendem muito observando os comportamentos ao seu redor. Para que o seu gato desenvolva comportamentos positivos, terá que começar a socializá-lo desde muito jovem, a partir das duas semanas de idade!

O ideal é que você abrace seu bebê, que você o tenha em você por um tempo, tipo 10 minutos. Também é uma boa ideia apresentar-se a outras pessoas para acostumá-las à interação humana. O hábito de brincar com seu gato também lhe dará a oportunidade de canalizar um comportamento ruim ou excessivamente ativo.

Você terá que ter dedicação e acima de tudo paciência. Lembre-se de não puni-lo e tratá-lo mal. Ele precisa de todo o seu amor para que possa prosperar ao seu lado.

Ensine-o a seguir as instruções

Embora não sejam cães, os gatos também podem ser ensinados a seguir instruções simples. Ter um gato que segue as instruções o deixará mais divertido e você estará ajudando-o a ter um melhor desenvolvimento físico e mental. O que mais, é muito benéfico criar um gato obediente e receptivo.

O incentivo e o reforço positivo serão suas armas secretas nesta etapa. Se, por exemplo, você quiser ensinar seu gato a sentar e ficar em um banquinho, guie e motive seu gato durante o processo usar a comida como incentivo. Outra forma de ensinar os gatos a obedecer é usar um barulho com a comida para que ele comece a associar o som a um comportamento positivo e à promessa de uma recompensa.

Ensine-o a usar bem a caixa de areia

Esta etapa é uma das mais importantes e mais difíceis. Felizmente, tudo se resume à persistência de sua parte e ao incentivo de seu gato. Pegue a posição da caixa de areia. Se você quiser que seu gato o use, você deve dar-lhes um motivo. Escolha uma área tranquila e de fácil acesso para o seu gatinho. 

Você deve se certificar de que acomoda não apenas a caixa sanitária, mas também itens essenciais como comida, água e roupa de cama, bem como os brinquedos favoritos do seu gatinho. Com tudo o que precisam em um só lugar, eles vão começar a se acostumar com o uso da caixa sanitária.

Outro truque eficaz é colocar o seu gatinho na caixa de areia toda vez que ele acordar ou terminar de comer. Ainda mais importante é fazê-lo quando notar sinais de que ele está pronto para ir ao banheiro. Como tal feito é realizado? Comece a observar seu gato o máximo possível. Isso ajudará a reduzir acidentes e tornar o treinamento da caixa de areia menos tedioso.

Brinque com seu gato

É importante que você brinque com seu gato para que ele progrida em seu desenvolvimento. Não queremos dizer apenas que ele brinca com pequenos brinquedos para gatos, mas sim, que ele brinca com você. Que os brinquedos usados ​​são adequados para brincar e que vocês podem interagir entre si. Brincar dá ao seu gato uma válvula de escape para a estimulação energética, mental e física, a oportunidade de satisfazer seu instinto de caça e a oportunidade de se relacionar com você..

Como outros tipos de treinamento, existe uma maneira correta de jogar. Você deve adaptar o jogo para atender às necessidades específicas do seu gato e garantir que os jogos que você joga estão progredindo, sem retroceder o seu gato. Até mesmo os brinquedos que você escolhe têm uma influência significativa na disposição de brincar do seu gato. Ao comprar brinquedos, certifique-se de comprar brinquedos adequados para gatinhos, não para gatos adultos.

Reforço positivo

Gatinhos precisam de carinho

Quando o bom comportamento é reforçado com reforço positivo, os gatos aprendem a se comportar corretamente. Você deve ter notado a importância do reforço positivo em outras fases da sua vida, porque é o mesmo com os gatos. Esta Isso dá ao seu gato a razão para continuar se comportando corretamente.

O reforço positivo ajuda a promover um comportamento saudável e a conter o mau comportamento. É fundamental lembrar quando o seu gato age, já que você pode recorrer à punição dele ... mas nunca é uma boa opção para ele realmente internalizar o bom comportamento.

Punir seu gato pelo que ele fez de errado não é uma boa ideia, pois aumenta seu estresse e ansiedade e pode até desestabilizar o relacionamento positivo que você trabalhou tão duro para construir. Pelo contrário, o reforço positivo mostra que o bom comportamento é reconhecido e recompensado, e nisso prepara o seu gato para o sucesso.

Em conclusão, embora ensinar seu gatinho possa parecer uma tarefa complicada no início, pouco a pouco você verá muito mais fácil à medida que for conhecendo seu gato e seu gato te conhecendo melhor. Seguindo essas dicas, tudo ficará muito mais fácil para vocês dois. Seu gato será bem comportado e você se sentirá à vontade com a criação dele. Você terá um gato adorável com quem poderá ficar tranquilo e ouvir seus comandos sempre que necessário!


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.